Fizemos um cruzeiro da Costa Fascinosa agora em Fevereiro de 2019 e uma das pausas foi em Buenos Aires, Argentina. Optamos por favor um City Tour pela questão de tempo mesmo. Tinhamos apenas 8 horas para conhecer a cidade. Escolhemos a empresa Aguiar Buenos Aires e adoramos! Pegamos uma guia argentina que falava português muito bem e super atenciosa.

O City Tour de Buenos Aires passa pelos principais pontos turísticos da cidade, para que possamos ter uma visão panorâmica e conhecer os bairros turísticos e lugares emblemáticos de Buenos Aires.

O passeio saiu do porto mesmo onde estava nosso cruzeiro passando por edifícios emblemáticos de Buenos Aires, de grande valor arquitetônico, histórico e cultural, como o Teatro Colón, o Congresso Nacional, a Plaza de Mayo, Casa Rosada e a Catedral Metropolitana, onde o Papa Francisco realizava suas missas. A primeira parada acontece na Plaza de Mayo, onde é possível conhecer a praça e a Catedral, além de tirar belas fotos do local.

O tour percorre os bairros de Recoleta e Palermo, com seus bosques, parques e luxuosos casarões, passando por San Telmo, bairro bohêmio que foi residência da elite de Buenos Aires do século XIX.

Conheçemos o bairro La Boca, onde se pode avistar o estádio La Bombonera do Boca Juniors, por seu aspecto retangular, que parece uma caixa de bombons, o estádio do tradicional time de futebol da Argentina, o Boca Juniors, leva como nome original Estádio Alberto J. Armando e tem os padrões mínimos da FIFA com capacidade para 49.000 pessoas.

La Bombonera é uma importante visita para quem quer conhecer um pouco da história do futebol argentino que é paixão nacional.

O estádio conta com um museu, o Museo de la Pasión Boquense (Museu da Paixão Boquense) e tem opção de visita guiada.

Para quem quer realmente sentir a emoção de um torcedor boquense, é recomendável assistir uma partida. Quem sabe até mesmo contra o River Plate, seu principal adversário em campo.

A experiência em si foi bem rápida mas deu pra tirar várias fotos legais.

Nós amamos Caminito! As ruas coloridas, cheias de vida, arte e tango são maravilhosas. Foi lá também que compramos muitas coisinhas legais para dar de presente. Na área onde hoje está Caminito, em 1898 passou a linha do trem. Em 1928, a ferrovia fechou, e no terreno foi abandonado. Em 1950 um grupo de moradores, entre os quais estava o famoso pintor Boca Quinquela, decidiu restaurar o terreno. O pintor batizou a rua como “Caminito” pelo título do popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto. Ao passeio foram somando-se as doações de diferentes artistas. Em 1959, Caminito foi transformado em um museu a céu aberto e sem portas.

A parada final acontece em Puerto Madero, onde conseguimos avistar a famosa Puente de la Mujer, visitar o Barco Museu Presidente Sarmiento. Depois seguimos para Galerías Pacifico, shopping de Buenos Aires localizado no centro da cidade, que possui uma boa oferta de lojas e restaurantes.

Após o City Tour, saimos de taxi e uber pela cidade. Fomos até a Floralis Genérica, conhecida por nós como Flor Metálica. Trata-se de um dos principais cartões postais de Buenos Aires e certamente você vai querer tirar uma foto para guardar em seu álbum de viagem.

A grande Flor Metálica, construída em aço inoxidável e alumínio, foi doada à cidade por seu autor, o arquiteto argentino Eduardo Catalano. Localizada na Plaza de las Naciones Unidas, na Avenida Figueroa Alcorta, conta com seis pétalas e está voltada em direção ao céu. Pesa 18 toneladas e atinge 23 metros de altura.

Durante a noite, a Flor Metálica emite uma luz vermelha e volta a abrir-se ao amanhecer do dia seguinte. Quando há ventos fortes ou temporais, esse mesmo mecanismo faz com que ela se feche. Nas noites de 25 de maio, 21 de setembro e 24 e 25 de dezembro, a Flor Metálica permanece aberta.

Aproveite bastante a sua viagem e qualquer dúvida deixe seu comentário!

#ApenasVai

Abaixo, um vídeo do nosso cruzeiro onde mostra algumas cenas da Argentina.